Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: C:\Users\Ervas\Desktop\ervas e doencas\aborto_arquivos\image001.jpg

Voltar a pagina inicial

Inflamações do intestino grosso e do reto

Fone 43 3325 5103

Cólon inflamado – causas sintomas e remédios

giugno 3, 2014 at 8:49 pm by Fisioterapia Rubiera

A inflamação do cólon é conhecida como colite, uma doença em que inflama-se a parede interna do intestino grosso.
O cólon é a parte do intestino que ajuda a eliminar os resíduos do corpo.

Descrição: Cólon inflamado,jovem, dor, intestino

Como funciona o cólon? Para que serve?

O intestino grosso consiste no cólon e no reto.
A principal função do cólon é absorver a água e outras partículas de comida não digerida e trazê-los para o intestino reto na forma de fezes.
A inflamação do cólon (colite) ocorre quando a parede interna do cólon incha.

O cólon é composto por uma parte ascendente (à direita), uma horizontal (cólon transverso) e à esquerda descendo a parte que termina no intestino delgado.
Às vezes, se o cólon está inflamado em algumas partes, é possível formar úlceras estomacais e intestinais.
Esta doença é chamada colite ulcerativa.

Como funciona o cólon? Para que serve?

 

O intestino grosso consiste no cólon e no reto.

A principal função do cólon é absorver a água e outras partículas de comida não digerida e trazê-los para o intestino reto na forma de fezes.

A inflamação do cólon (colite) ocorre quando a parede interna do cólon incha.

 

O cólon é composto por uma parte ascendente (à direita), uma horizontal (cólon transverso) e à esquerda descendo a parte que termina no intestino delgado.

Às vezes, se o cólon está inflamado em algumas partes, é possível formar úlceras estomacais e intestinais.

Esta doença é chamada colite ulcerativa.

 

O cólon pode ser comparado a um tubo que transporta água.

Se o tubo está obstruído devido ao acúmulo de resíduos, a água não pode fluir através dele.

Se exige uma limpeza regular para evitar o bloqueio intestinal.

Em caso de inflamação, as paredes exteriores do cólon torna-se finas.

É possível que os resíduos tóxicos entrem nos tecidos do corpo e se depositem passando através das paredes intestinais.

Isso pode causar vários distúrbios como a destruição de células, má digestão ou dificuldades para evacuar.

Tipos de inflamação do cólon

O cólon inflamado (colite) pode ter diferentes origens:
Colite infecciosa – Ocorre devido a ingestão de muitas bactérias patogénicas.
Colite isquêmica – O fornecimento de sangue é interrompido devido a uma obstrução causando uma isquemia.
Colite ulcerativa – Se trata de uma doença auto-imune que afeta o reto e o cólon sigmóide.
Crohn – Doença de Crohn pode afetar diferentes partes do sistema digestivo, incluindo o cólon.
Colite microscópica, uma doença rara que pode ser causada por uma doença auto-imune.

Causas do cólon inflamado

As razões exatas são desconhecidas, é de tipo idiopático.
Os estudos têm mostrado que um gene específico é responsável por esta doença e é identificado como NOD2.
Algumas pesquisas têm mostrado que o cólon inflamado pode resultar de uma predisposição genética.

Na colite infecciosa, a causa da doença são as bactérias: Campylobacter, Shigella, Escherichia coli e Salmonella.
A pesquisa mostra que algumas pessoas desenvolvem colite logo após tomar antibióticos.
Isto é devido à supressão das bactérias causada por medicamentos e o subsequente crescimento de outras bactérias.

A colite isquêmica é causado pelo endurecimento ou estreitamento dos vasos sanguíneos no cólon.
O fornecimento de sangue para a região é reduzido, isso provoca a inflamação.
Uma vez que esta doença vascular agrava-se com a idade, as chances de ter a colite isquêmica é maior em idosos.

Choque hipovolêmico e uma rápida desidratação podem causar colite isquêmica em pessoas com níveis de pressão de sangue inadequado.
A obstrução prolongadado do fluxo de sangue no cólon pode ocorrer devido a uma hérnia ou cólicas abdominais.
A consequência é a colite isquêmica.
O indivíduo pode sentir dores no abdome, diarréia e febre devido à falta de suprimento sanguíneo.

Outros tipos de cólon inflamado são geralmente idiopático ou podem ser causados por uma doença auto-imune.
A inflamação do cólon é frequentemente causada por uma doença auto-imune, como a doença de Crohn ou colite ulcerativa.
A doença de Crohn pode afetar qualquer parte do trato digestivo, enquanto a colite ulcerativa afeta o reto e o cólon sigmóide.

 

Sintomas de cólon inflamado

Portanto o intestino grosso é afetado por esse transtorno, há um efeito direto sobre a digestão e evacuação.

Onde dói?
A dor se sente na parte inferior do abdômen e na parte direita do abdômen ou do lado esquerdo.
A dor pode irradiar para trás e para baixo causando dor na coluna lombar ou dor nas nas pernas até o joelho.
A ovulação pode agravar os sintomas ao cólon.

Os sintomas mais freqüentes da inflamação no cólon são:

1. Diarréia ou constipação durante um longo período;
2. A constipação pode incentivar a formação de hemorróidas;
3. Sangue das fezes e/ou dor durante a defecação;
4. Ar no estômago;
5. Febre;
6. Vômitos ou náuseas freqüentes;
7. Perda de peso, perda de apetite e cansaço;
8. As crianças que sofrem de síndrome do intestino irritável ou colite ulcerativa podem desenvolver ansiedade e depressão;
9. Os homens que sofrem de prostatite podem perceber o agravamento dos sintomas quando o cólon torna-se inflamado.
10. A síndrome do intestino irritável pode irritar a bexiga causando um aumento na freqüência de micção e a necessidade de urinar à noite (Noctúria).

 

Como é diagnosticado o cólon inflamado?

Quando o médico visita o paciente, fazendo uma pressão no abdômen com dois dedos longe da fossa ilíaca direita, imaginando se os sintomas se originam do ceco e do cólon ascendente.
Depois de pressionar a barriga, abaixo do umbigo, com os dois dedos longe da fossa ilíaca direita para avaliar o cólon ascendente e descartar apendicite.

Para diagnosticar esta doença, o médico pode pedir ao paciente para submeter-se ao exame de sangue e exame de fezes.
Desta forma, o médico será capaz de identificar a causa da inflamação.

A colonoscopia e a sigmoidoscopia são exames invasivos, mas amplamente utilizado para compreender as condições do intestino.
Neste procedimento, o médico insere um endoscópio pequeno e projetado para passar através do ânus no intestino.
Desta forma, ele consegue relevar a inflamação intestinal.
O médico também pode recolher amostras do tecido do cólon.

A ultrasonografia do abdômen completo pode mostrar nódulos linfáticos que ocorre em caso de colite ulcerativa, doença de Crohn e colite.

A ressonância magnética é útil para excluir outras doenças, como a endometriose.

 

Tratamento para a inflamação do cólon

O tratamento varia de pessoa para pessoa e varia de acordo com a progressão da inflamação.
Não existem medicamentos específicos para tratar ou curar a inflamação do cólon.
Normalmente, os médicos prescrevem medicamentos que reduzem os efeitos da doença.
Se a inflamação se agrava apesar da medicação, o médico pode recomendar um procedimento cirúrgico.

 

Como curar o cólon inflamado?

Os medicamentos como a mesalazina (compostos de 5-ASA) e a cortisona são prescritos para reduzir a inflamação causada pela doença de Crohn e colite ulcerativa.
Esses medicamentos tendem a reduzir a inflamação e a mantê-la a um nível leve.
Para a síndrome do intestino irritável, muitas vezes os médicos prescrevem tegaserode (Zelmac) que muitas vezes dá bons resultados.

Alguns medicamentos são prescritos também para freiar o ataque do sistema imunológico contra o intestino.
Estes medicamentos são conhecidos como imuno-moduladores, porque eles ajudam a reduzir a inflamação e às vezes são administrados aos pacientes se os esteróides são ineficazes.
Durante a gravidez, você não pode tomar medicamentos, embora alguns ginecolistas prescrevem o buscopan.
As mulheres grávidas ou que estão amamentando devem curar-se com remédios naturais ou tratamentos alternativos.

Descrição: Colón inflamado, inflamação, sintomas, diarréia, dor

Operação cirúrgica

Em alguns casos, quando os remédios não são suficientes para tratar a inflamação do cólon, os médicos recomendam a cirurgia aos pacientes.
A cirurgia prevê a remoção do bloco no cólon e do reto.
Durante a cirurgia, o cirurgião pode:

Efetuar uma incisão no abdômen, cortando em cima e em baixo do bloqueio, ligar as duas extremidades do intestino (ileostomia) ignorando o cólon. Este novo caminho facilita a evacuação;

Remover o cólon e inserir uma bolsa ou um saco que facilita a defecação da maneira habitual através do ânus (anastomose Ileoanal).

Ambos os métodos são usados dependendo da gravidade da inflamação e transtornos que está causando.
Após a operação, o paciente pode levar uma vida normal e ativa.
A inflamação do cólon pode causar câncer de cólon, mas é muito raro. Preste atenção aos alimentos, é importante que você siga uma dieta saudável e beber água limpa e pura.

Dieta para o cólon inflamado

Enquanto estiver tomando a medicação, você deve seguir uma dieta adequada.
Em caso de cólon inflamado, tenha em mente os seguintes pontos.

1. Evite beber bebidas que pioram a diarréia. Exemplos incluem bebidas gasosas, álcool (cerveja, vinho), etc.

2. Entre os alimentos para evitar inclua alimentos ricos em gorduras e produtos lácteos, porque eles tendem a sobrecarregar o sistema digestivo e piorar a doença.

3. Evite o consumo de fibras insolúveis. Uma dieta rica em fibra insolúvel é considerada saudável, em condições normais, mas pode agravar a inflamação do cólon.

4. Evite frituras, como batatas fritas e ovos fritos.

5. A dieta deve ser rica em fibras solúveis que estimulam o desenvolvimento de bactérias intestinais.

6. É recomendável comer pão branco, aveia, cereais sem conteúdo de fibra adicionada.

7. Outros alimentos recomendados incluem cevada, rabanetes, abobrinha frutas e legumes.

8. Lidar com estresse, praticando técnicas de relaxamento como ioga, meditação, respiração profunda, etc.

Isto ajuda o corpo a combater o problema do cólon, especialmente a colite ulcerativa.

 

Suplementos para o cólon inflamado

Considere o uso de suplementos naturais que promovem a função intestinal e reduzem os sintomas de inflamação no cólon.
A Universidade de Maryland Medical Center recomenda os seguintes suplementos na dieta porque eles podem ser úteis.

1. Zinco (25 mg por dia),

2. Ácido fólico (1 mg por dia),

3. Vitamina B12 (1 miligrama por dia),
Óleo de peixe (3 g/dia) pode aliviar a inflamação.
Os probióticos contendo a levedura Saccharomyces boulardii (250-500 mg quatro vezes ao dia) podem reduzir a diarréia.
A glutamina (400 mg quatro vezes ao dia) promove a saúde geral dos intestinos.

 

Remédios naturais para cólon inflamado

Atualmente nenhuam terapia alternativa tem demonstrada ser eficaz no tratamento da síndrome do intestino irritável, mas na gravidez não e possível tomar medicação portanto você pode tentar as seguintes rémedios.

Ácido láctico. Dado que as bactérias no intestino afetam a colite ulcerativa, pesquisadores acreditam que adicionar bactérias benéficas (probióticos) no intestino podem ajudar a combater a doença.

Óleo de peixe. O óleo de peixe age como um anti-inflamatório, mas estudos sobre os benefícios para as pessoas com colite ulcerativa tiveram resultados mistos.

Aloe vera. O suco de aloe vera é considerado como um anti-inflamatório natural para as pessoas com colite ulcerativa, mas não há provas para apoiar esta afirmação.
Além disso, alguns pacientes que ingerem aloe vera observam um efeito laxante.

Acupuntura. Vários estudos têm demonstrado que a acupuntura pode dar benefícios para pessoas com colite ulcerativa.
O procedimento envolve a inserção de finas agulhas na pele.
Isto estimula a liberação de substâncias analgésicas naturais do corpo.

Curcumina. Este composto é derivado de um tempero chamado açafrão e está disponível na medicina herbal.
A curcumina combinado com as terapias padrão para a colite ulcerativa (cortisona ou sulfassalazina) ajuda a melhorar os sintomas e tornou possível reduzir a dose de medicação para ser tomada.
No entanto, esta evidência vem de dois pequenos estudos científicos.
É necessária outras pesquisas antes de recomendar este tratamento.

 

Prognóstico e durada do cólon inflamado

O prognóstico de cólon inflamado é geralmente bom.
A colite não causa consequências a longo prazo, exceto no tipo mais grave.
Se você tiver algum destes sintomas não precisa ter medo, mas você deve contatar o médico.
Em caso de infecção, obstrução intestinal ou colite de isquemia, quando a causa é resolvida, a inflamação é reduzida em poucos dias.
Se o cólon inflamado é o resultado de um distúrbio auto-imune como a doença de Crohn, a duração é por tempo indeterminado, porque atualmente não existe cura definitiva.